escrac

Contabilidade e Fiscalidade 

1 – Tenho um pequeno negócio e necessito de um contabilista. Posso contratar esse serviço no seu gabinete?

Resposta: Sim. Um trabalhador independente, um negócio ou uma empresa cujo volume de facturação não ultrapasse o montante de 200 mil euros anuais, insere-se no Regime Simplificado de Contabilidade. Os meus clientes dividem-se entre os mais diversos ramos de actividade e estão comigo há muitos anos.

2 – Qual é preço de um serviço de contabilidade no Regime Simplificado?

Resposta: Não posso indicar um valor concreto. O preço do serviço depende do volume de negócio e sobretudo do número de documentos que é necessário trabalhar e tratar contabilísticamente. Mas posso assegurar que o preço deste serviço está entre os mais baixos e competitivos praticados na região, na relação qualidade/custo, e tendo em conta as dificuldades actuais da nossa economia. Tenho mensalidades a partir de 35 euros, no regime simplificado com IVA. Sem IVA, o preço pode ainda ser mais baixo dependendo do número de documentos contabilísticos que sejam trabalhados.

 

3 – Se contratar os seus serviços de contabilidade no Regime Simplificado, como farei relativamente às contribuições para a segurança social e pagamento de impostos?

Resposta: Os procedimentos formais de apuramento, preparação e entrega das contribuições para a segurança social e impostos estão incluídos no serviço contratado e serão feitos por mim.

4 – Qual é o destino dos documentos de contabilidade do meu negócio?

Resposta: Depois de analisados, todos os documentos são classificados e registados em suporte informático. Por fim, são arquivados de forma organizada no meu gabinete e estarão sempre disponíveis para o cliente ou quando for necessária a sua consulta.

Segurança Social

 5 – Que tipo de serviços  presta no seu gabinete no âmbito da segurança social? 

Resposta: Estamos disponíveis e temos experiência para tratar qualquer questão em representação do cliente, pedir informação sobre assuntos pendentes e acompanhar a respectiva evolução até à  sua resolução definitiva. Dessa forma, o cliente não necessita, por exemplo, de perder parte de um dia ou mais de trabalho para tratar de um determinado assunto ao balcão da segurança social.

Apoio ao Cidadão

6 – Preciso de escrever uma carta para expor uma situação, mas não tenho muito jeito para o fazer. Pode ajudar-me?

Resposta: Sim. A elaboração de cartas insere-se no pequeno conjunto de serviços de apoio ao cidadão que também asseguro. Por exemplo, posso redigir qualquer carta de forma clara e objectiva sobre um determinado assunto, seja de natureza profissional (para apresentar uma situação a um serviço público, entidade ou empresa), ou como resposta a uma qualquer solicitação, facilitando dessa forma a resolução da questão em causa.

Veja aqui o conjunto de serviços de apoio ao cidadão que este gabinete assegura:  http://www.anabelacandeias.com/servicos/